Educação de Naviraí encerra oficinas pedagógicas apresentando trabalhos

  • Redação:
    Roney Minella
  • Publicação:
    24 de novembro de 2021
  • Orgãos Municipais:

Depoimentos e apresentações destacam a ação Consciência Fonológica e a Formação dos Estudos Pedagógicos”, no Plenário da Câmara de Vereadores

 

A Prefeitura de Naviraí, através da Gerência Municipal de Educação, sob a orientação da Coordenadora Pedagógica Rosângela Dutra de Oliveira, está encerrando um dos mais importantes projetos visando o ensino e a alfabetização, as oficinas “Consciência Fonológica e a Formação dos Estudos Pedagógicos”.

Maria Paula Alípio (Gerente Geral Executiva) destaca compromisso do Governo de Naviraí com a qualidade do ensino e parabeniza a GEMED, coordenadores pedagógicos e professores pelo projeto de sucesso. Foto: Júlio Fernando

 

Os depoimentos, apresentação dos trabalhos executados por coordenadores, professores e alunos e as certificações acontecem no Plenário da Câmara de Vereadores e foi dividido em dois dias. Ontem (23-11), as escolas municipais Marechal Rondon, Maria Aquino, Odércio Nunes de Matos, como Representantes da Inclusão, demonstraram os trabalhos das oficinas adequados para os alunos com deficiência.

 

Prestigiaram as apresentações, a gerente Geral Executiva Maria Paula Alípio (representando a prefeita Rhaiza Matos), o presidente do Poder Legislativo, vereador Éderson Dutra, o coordenador regional da Casa Civil do Governo do Estado, Eduardo Mendes, a professora Cleonice Rodrigues da Silva – Mana (representando a gerente de Educação Tatiane Morch), a gerente de Gabinete Priscilla de Oliveira, e a coordenadora pedagógica da GEMED Rosângela Dutra, dentre outros integrantes do setor da Educação.

Professora Cleonice Rodrigues – Mana, discursou trazendo mensagem de reconhecimento e agradecimentos da gerente de Educação, Tatiane Morch, pelo empenho da coordenadora Rosângela Dutra e de todos os demais envolvidos na oficina pedagógica. Foto: Júlio Fernando

 

Hoje (24-11), se apresentarão alunos e professores das escolas, Diomedes Valentim Cerri, José Martins Flores, Milton Dias Porto e José Carlos da Silva, que poderão levar ao palco uma paródia, poema ou poesia representando sua escola.

 

As oficinas foram realizadas visando corrigir possíveis deficiências de aprendizagem e contribuíram para a nova realidade do ensino no período da pandemia da Covid-19. Por outro lado, será lançado hoje, o EMCINA – Educação Municipal Contribuindo e Intervindo para o Nivelamento de Aprendizagem, que contempla 250 alunos do 1º e 5º anos de todas as escolas da rede Rede Municipal de Ensino.

Evento de encerramento das oficinas “Consciência Fonológica e a Formação dos Estudos Pedagógicos”, realizado ontem na Câmara de Vereadores, tem nova edição na noite de hoje (24-11).

 

“Estamos vivenciando o ápice do projeto “Consciência Fonológica e a Formação dos Estudos Pedagógicos”, com as apresentações de relatos sobre resultados alcançados e, ao mesmo tempo, com a certificação dos participantes das oficinas de alfabetização. E já estamos prevendo possíveis metas para o próximo ano, em relação à formação acompanhamento e avaliação. Tudo isso é visando a qualidade do ensino, e contamos com o total apoio da gerente de Educação Tatiane Morch, e incondicional incentivo da prefeita Rhaiza Matos”, destaca a coordenadora do projeto, Rosângela Dutra.

 

(Roney Minella – DRT/MS 1432)