coronavirus(covid-19)

Conisul discute a utilização da usina de asfalto instalada em Naviraí

  • 11 de janeiro de 2021
  • Assessoria de Imprensa

Prefeita Rhaiza Matos confirma a prefeitos e vereadores a parceria com o Consórcio para operações tapa-buracos e recapeamentos

 

Naviraí sediou na última sexta-feira (08) uma reunião do Conisul (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul de Mato Grosso do Sul). O presidente, prefeito de Sete Quedas Chico Piroli, convocou prefeitos e vereadores para informar sobre a disponibilização da usina de asfalto, visando atender os municípios consorciados.

 

A prefeita anfitriã de Naviraí, Rhaiza Matos, reiterou a solicitação feita anteriormente ao Diretor Executivo do Conisul, Vanderlei Bispo, para a permanência da usina por mais tempo em Naviraí. Diante dos prefeitos Paulo Franjotti (Japorã), André Nezzi (Caarapó), Chico Piroli (Sete Quedas) e Gilson Marcos da Cruz (Juti), a prefeita confirmou as parcerias para obras de tapa-buracos e recapeamentos relativos a um contrato já assinado de cinco mil toneladas, e um novo contrato, com previsão de utilização de mais dez mil toneladas de asfalto betuminoso usinado à quente.

Prefeita Rhaiza Matos (Naviraí), diretor do Conisul Vanderlei Bispo, e o prefeito Paulo César Franjotti (Japorã). Foto: Roney Minella

“Essa revitalização asfáltica vai ser realizada, inicialmente, na Avenida Amambai, atingindo toda a sua extensão. Posteriormente, vamos pleitear o reperfilamento de outras avenidas”, disse a prefeita, ao apontar a permanência da usina que está instalada no interior do Parque de Exposições de Naviraí.

 

“Por enquanto a usina fica aqui para atender Naviraí, Juti e Itaquiraí. Estamos à disposição para atender todos os municípios, mas, precisamos fazer programação, por isso, convocamos os prefeitos para esta reunião”, justificou o presidente do Conisul, prefeito Chico Piroli.

 

Ao falar de agendas futuras, Vanderlei Bispo disse que a meta do Conisul é discutir câmaras temáticas de interesse coletivo dos municípios membros. Como exemplo citou o meio ambiente e elogiou a ação de Naviraí na luta pela implantação da usina termelétrica com aproveitamento de resíduos sólidos. Também falou do polo regional de Saúde em Naviraí, onde os municípios possam pactuar atendimentos especializados, começando pela média complexidade.

 

Além dos vereadores, Paulo Chagas (Sete Quedas) e Valter Brito (Amambai), também participaram da agenda de trabalho o Secretário de Obras de Juti, Gilson Bernardino, o técnico da usina do Conisul, Aristótoles Calonga Lopes (Toti), e Fernando Ortega (Gerente Geral Executivo da Prefeitura de Naviraí).

(*Roney Minella – Jornalista DRT/MS nº 1.432)